Apesar de ser um país bastante turístico e que recebe bem turistas de todo o mundo, é recomendável que você faça escolhas adequadas de roupas ao preparar sua mala para viajar ao país. Ninguém vai te proibir de usar roupas curtas ou de mostrar o corpo, mas achamos que faz parte da viagem respeitar as diferenças culturais e aproveitar o momento de empatia por uma cultura que não é sua.

Normalmente as mulheres se preocupam mais do que os homens em usar roupas que não despertem olhares e comentários desagradáveis. Porém, se você é homem e quer visitar o Marrocos, é preciso saber que apesar do calor intenso, em alguns lugares sua bermuda não é bem vinda e você pode simplesmente ser proibido de entrar. É o caso das mesquitas.

Apesar de ser um país bastante turístico e que recebe bem turistas de todo o mundo, é recomendável que você faça escolhas adequadas de roupas ao preparar sua mala para viajar ao país

A grande maioria das mesquitas no Marrocos é fechada para não-muçulmamos, porém duas delas são abertas para os ocidentais: a mesquita de Hassan II, em Casablanca e a madraça Bou Inania, em Fez. E acredite em mim, você vai querer muito conhecê-las e ficará muito decepcionado se não puder entrar por estar usando bermudas.

A regra é bastante simples: homens devem vestir calças e mulheres precisam cobrir o corpo, mas nada demais. Apenas usar blusas com manga e calças ou saias longas. Pernas e braços devem estar cobertos, mesmo que por um lenço. Aqui na Morocco Imperial nossa opinião sobre o assunto é que você pode até não concordar com os costumes, mas se está no país, respeite as regras e siga sua viagem sem constrangimentos.

Tirando as mesquitas e cerimônias religiosas, em todos os outros lugares homens podem usar bermuda, sem preocupações. Mulheres também podem usar as roupas que quiserem. Nossa fórmula é bem simples: use sempre o bom senso. Se está se sentindo bem com aquela roupa, use-a. Mas lembre-se que estamos em um país muçulmano, apesar de ser bem moderno.

Planeje e não se estresse

Faz parte do nosso trabalho indicar aos grupos que acompanhamos os lugares mais e menos liberais com os hábitos ocidentais. Para isso, viajamos sempre com um roteiro bem definido, que respeite as vontades, desejos e limites de nossos clientes e sempre os orientamos sobre roupas, costumes e convenções sociais e culturais.

Acreditamos que essa é mais uma maneira de proporcionar uma experiência única de imersão na cultura marroquina. Ter consciência dos hábitos e costumes locais muda tudo em uma viagem. Você mergulha na cultura, na história e vivencia tudo plenamente, voltando para casa com muita coisa bacana para contar.